X

Fisioterapia: projeto irá auxiliar recuperação de pacientes

Homens que passaram pela cirurgia de retirada radical da próstata podem ter recuperação mais rápida


Em 06/08/2009 às 10h27

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo setor de fisioterapia do Hospital do Câncer de Muriaé pode aperfeiçoar a recuperação dos homens que passam pela Prostatectomia, que é a retirada total da próstata. A incontinência urinária - que é a perda da urina sem o controle – é o principal problema do pós-operatório neste tipo de cirurgia. Com os exercícios que serão administrados neste grupo de pacientes, a recuperação que poderia levar um ano, poderá durar apenas três meses.

O grande objetivo do estudo que começou a ser realizado em agosto, é recuperar o controle da perda da urina em homens submetidos à prostatectomia. Logo após a cirurgia, o paciente passará por uma avaliação urodinâmica e com uma fisioterapeuta.

Os pacientes que têm a indicação para o tratamento passam a fazer parte de um grupo, que através de exercícios específicos, trabalham a musculatura do períneo, próxima à bexiga, a fim de estimular o controle fisiológico e reduzir a incontinência urinária gradativamente.

- Hoje a fisioterapia tem uma atuação, onde é possível controlar e diminuir essa disfunção, ela recupera essa perda de controle sobre a urina através de exercícios, existindo também outras opções de tratamento conservador com a fisioterapia. A literatura já vinha mostrando os benefícios deste tratamento e nós resolvemos implantar no serviço de fisioterapia e validar os nossos resultados a través desta pesquisa clínica – afirmou a coordenadora da fisioterapia do hospital, Dra. Flávia Vital.

A estimativa é que após um ano de trabalho, o estudo já produza resultados satisfatórios, para que mais tarde, os procedimentos possam fazer parte dos protocolos de atendimento da instituição.


Compartilhe