X

Hospital do Câncer de Muriaé realizada I Oficina da Rede de Oncologia


Em 23/10/2019 às 13h33

No último dia 17, aconteceu em Muriaé a I Oficina da Rede de Oncologia, iniciativa do Hospital do Câncer, em atenção à demanda da Regional de Saúde de Leopoldina, com intuito de estreitar o relacionamento do Hospital do Câncer e os setores de TFD das Secretarias de Saúde, para esclarecer e aprimorarmos o fluxo de encaminhamento de pacientes em alta suspeição ou com diagnóstico já confirmado de câncer.  

Após a reprogramação da Oncologia pela Secretaria de Estado de Saúde vigente desde janeiro, este é o terceiro evento realizado pela instituição para aprimorar o acesso de pacientes ao tratamento, os eventos anteriores foram Encontros da Rede de Oncologia, o primeiro para os municípios das regionais de Leopoldina e Ubá, e o segundo os municípios da Regional de Saúde de Manhumirim, onde foram abordados temas a respeito das mudanças de pactuação a partir de 2019.  

Já esta oficina procurou abordar de maneira mais prática questões dos encaminhamentos de pacientes, e também na ocasião, o cientista Sérgio Gomes da Silva, Coordenador do Departamento de Pesquisa do Hospital do Câncer, apresentou dados epidemiológicos da região de Leopoldina, extraídos do RHC - Registro Hospitalar de Câncer da instituição, e com isso buscamos sensibilizar os participantes para, a partir de então, agendarmos discussões em cada município a fim de discutirmos conjuntamente ações para melhoria dos resultados, seja na prevenção, como também para o diagnóstico mais precoce, na oficina propriamente dita. 

A gerente de Atendimento Anete Mariosa e a equipe de Atendimento do hospital apresentou informações de encaminhamentos, critérios de acesso, fluxo e prazos de atendimento do hospital no intuito de garantir o acesso aos pacientes.  Na ocasião, foi apresentado em primeira mão aos responsáveis pelos TFD´s dos municípios, o portal de encaminhamento de pacientes, mais uma iniciativa da instituição para facilitar o encaminhamento de pacientes para diagnóstico e tratamento.  

O Gerente Administrativo José Alexandre realizou a abertura do evento e enfatizou pedido de apoio aos municípios para não encaminharem apenas pedidos de exames e sim encaminharem o TFD com todos os dados do paciente, mesmo dos casos suspeitos, com os exames e relatório médico que tiverem, pois com isso estaremos prontos para avaliarmos, e se comprovada suspeita pela nossa equipe, providenciaremos o acolhimento desses pacientes para realização de biópsia ou o procedimento necessário para conclusão diagnóstica, e posteriormente, disponibilizar o tratamento.  

Também esteve presente ao evento o Dr. Bruno Licy, Gerente Médico da instituição, que esclareceu o trabalho feito pelo corpo clínico do hospital para construir os critérios de acesso considerando inclusive a capacidade de resolutividade da região, e reconhecendo que muito exames especializados não são disponíveis pelo SUS na região, e que nesses casos o paciente precisa mesmo ser encaminhado para a instituição para definir seu diagnóstico.   

Ao final foi aberto espaço para discussões em grupo e exercício prático do encaminhamento de pacientes, e foi possível colher opiniões dos participantes, como por exemplo do Presidente do COSEMS da região de Saúde, Sr. Ronaldo Adriano Simas, que agradeceu pela realização e pelos serviços prestados pela instituição, e do Diretor da Regional de Saúde de Leopoldina, Sr. Renan Guimarães de Oliveira, que solicitou para o hospital realizar mais capacitações para os profissionais de saúde dos municípios.   

Toda a equipe que promoveu o evento ficou satisfeita com o sucesso do evento e projeta realizar outras oficinas para as demais regiões de saúde pactuadas com a instituição e prosseguir periodicamente com essas ações.

Compartilhe