www.fcv.org.br

Institucional

Prêmio Mineiro da Qualidade 2014


Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella recebeu no dia 4 de novembro, no Teatro do SESI, em Belo Horizonte, o Prêmio Mineiro da Qualidade Rumo à Excelência Faixa Ouro e o Troféu Destaque do PMQ, oferecido à candidata com maior pontuação. A entrega da placa referente ao prêmio foi feita pelo juiz da premiação, Mário Vrandecic, ao Diretor Administrativo do HCM/FCV, Sérgio Dias Henriques e à Enfermeira Responsável Técnica do HCM, Renata Matos. Já o troféu foi entregue à dupla pelo Secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Eduardo Prates Octaviani Bernis e pelo membro mais antigo da Comissão de Coordenação de Prêmios, Caio Becker. Diversos colaboradores da instituição fizeram de questão de ir à Belo Horizonte prestigiar a cerimônia.

O Diretor, Sérgio Dias Henriques afirmou que o prêmio e o troféu pertencem a todos e é fruto do trabalho competente de cada um dos colaboradores. "Desde o início da nossa instituição abordamos este sistema de gestão, focado sempre na qualidade e excelência, refletindo diretamente no diferencial de atendimento de nossos clientes. Parabenizo todos os nossos colaboradores por mais esta de muitas conquistas neste 2014. "

O Prêmio Mineiro da Qualidade – PMQ é um instrumento de avaliação e reconhecimento da gestão das organizações sediadas em Minas Gerais. As organizações que participam no PMQ são avaliadas quanto à aderência do seu sistema de gestão, em relação a um modelo referencial, que é o Modelo de Excelência da Gestão® -MEG.

O objetivo principal do PMQ é motivar e incentivar as empresas do estado a participarem de um processo estruturado e sistemático de busca da melhoria da qualidade de gestão. Como consequência entregam aos clientes internos e externos produtos e serviços de melhor qualidade. 

Ao todo, participaram desta edição 13 empresas, sendo sete na categoria Compromisso com a Excelência e seis na categoria Rumo à Excelência. O que distingue as duas é a pontuação exigida. Para se classificar como Ouro, por exemplo, as empresas precisam alcançar mais de 200 pontos nas avaliações para o primeiro caso, e mais de 400 para o segundo. 

As empresas são avaliadas de acordo com os seguintes critérios: liderança, estratégias e planos, clientes, sociedade, informações e conhecimento, pessoas, processos do negócio e de apoio, processos financeiros, processos relativos a fornecedores.

Ao final do processo, todas as candidatas recebem um relatório de avaliação com seus pontos fortes e aspectos onde há oportunidades de melhoria. "O Prêmio tem papel fundamental no sentido de promover a excelência no estado, uma vez que o modelo leva as organizações a adotarem práticas de gestão da qualidade e a buscarem o reconhecimento", destaca a vice-presidente da Fundação João Pinheiro, Rosane Marques, juíza que compõem a banca examinadora do PMQ.