www.fcv.org.br

Artigos

12/05/2017 - 13h36m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
A Casa de Apoio da Fundação Cristiano Varella comemorou nesta semana, na quarta e quinta-feira (10 e 11), com uma divertida festa, o "Dia das Mães". A data é celebrada no calendário no segundo domingo de maio. Cerca de 200 pessoas, entre hóspedes e voluntários, participaram da festividade que foi preparada especialmente para os acolhidos pela Casa de Apoio com foco nas mamães. 

A programação que foi dividida em dois dias ofereceu aos participantes música de qualidade, apresentação de dança, sorteio de brindes, comes e bebes, além de muita alegria. No primeiro dia, a festa teve início por volta das 14h30 com a apresentação do grupo de dança do Sesc "Viver Feliz", composto por integrantes da terceira idade e dirigido pelo professor de dança Dione D’Castro, espetáculo cedido de maneira voluntária à Casa de Apoio. Foi servido um lanche e em seguida teve sorteio de brindes e entrega de presentes para as mães, protagonistas da comemoração. Entre os presentes, mantas e cobertores doados pelo casal Aliene e Orlei de Almeida. 

Já no segundo dia foi a vez do público dançar e descontrair ao som da Banda Marofagy. O show foi aberto, por volta das 19h pelo cantor Yan Pyerre e em seguida a Marofagy assumiu o palco. Também de forma voluntária os músicos abrilhantaram a festa. 

A festividade foi custeada por recursos próprios da Casa de Apoio, angariados pela realização de bazares de roupas usadas, montados a partir de doações. Além da contribuição de voluntárias e da fábrica de pães Roma, que de boa vontade doou pães. 

A Fundação Cristiano Varella agradece a todos que contribuíram para a realização dessa bonita festa. Cláudia Celles, coordenadora da Casa de Apoio enumerou algumas doações, "de biscoitos feita pelo grupo de dança do Sesc Viver Feliz, as voluntárias credenciadas da Casa de Apoio, a Banda Marofagy e o cantor Yan Pyerre, as pessoas que doaram as roupas para a realização do bazar no último dia 11/05, além do Pedro Souza, representante do aplicativo wecancer que intermediou a vinda da Marofagy", citou a coordenadora e ainda acrescentou, "sem essas contribuições não seria possível a concretização dessa iniciativa, muito obrigada a todos", concluiu ela.