www.fcv.org.br

Artigos

Imprensa

14/08/2017 - 17h02m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
A semana começou com valorização da beleza e elevação da autoestima na Fundação Cristiano Varella. Isso porque na manhã dessa segunda-feira(14) aconteceu mais uma edição do projeto "De bem com você – a beleza contra o câncer" na instituição. A iniciativa é realizada através de uma parceria entre a Fundação Cristiano Varella e a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e direcionada para as pacientes que fazem tratamento contra o câncer no hospital. 

O objetivo do projeto é oferecer às pacientes uma nova forma de olharem para si mesmas, ajudando a aumentar a autoestima e despertando nelas, a percepção de que podem enfrentar essa doença bonitas e sem perderem a vaidade feminina. Para isso, é ministrada às guerreiras mulheres, uma oficina de auto maquiagem com dicas de utilização de lenços e turbantes. 

Na ocasião, a oficina de auto maquiagem foi ministrada pela maquiadora profissional, Nildilene Mendes. 

As oficinas são realizadas na Fundação Cristiano Varella uma vez por mês, podendo estender-se até para duas vezes por mês, dependendo do número de inscrições. As pacientes do Hospital do Câncer de Muriaé interessadas em participarem poderão entrar em contato com João Motta, coordenador da Humanização e responsável pelo projeto, através do telefone (32)3729-7065 ou procurando-o pessoalmente na Fundação Cristiano Varella. As inscrições só serão realizadas para as pacientes que ainda não participaram da oficina.  

Para mais informações sobre o projeto acesse o site: http://debemcomvoce.org.br/






11/08/2017 - 13h08m - Atualizado em 11/08/2017 - 13h10m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Com a finalidade de resgatar o verdadeiro sentido da profissão e o valor de atuar numa instituição de saúde, teve início na manhã dessa sexta-feira(11), no Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella o Projeto "Cuidando de Quem Cuida". 

A iniciativa consiste em realizar grupos de terapia com os colaboradores que atuam diretamente prestando assistência aos pacientes (plantão de enfermagem: enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros). A intenção do projeto é alcançar todas as unidades do hospital, visando trabalhar a questão da fragilidade do colaborador diante do paciente. 

Uma vez por mês, o projeto vai oferecer um espaço aos colaboradores para que eles possam se abrir e expressar suas frustações, alegrias, problemas diversos vivenciados no ambiente de trabalho, em casa, entre outros locais. A terapia em grupo, com duração de uma hora, é dirigida sempre por uma psicóloga da Fundação Cristiano Varella. 

O projeto será mantido pela Psicologia do Hospital do Câncer de Muriaé, através das psicólogas – Ludmyla Magalhaes, Samara Dias e Mirian Ribeiro, contando com o apoio da estagiária de psicologia, Thaís Pacífico. 

O tema abordado e conduzido por Ludmyla nesse primeiro encontro, com o plantão de enfermagem da unidade de quimioterapia, foi o "Significado de Cuidar". Sendo explorado através de recortes de revistas, massagens e oportunidade para cada um manifestar suas opiniões, dar sugestões, falar de seus problemas, entre outras atividades. A psicóloga considerou muito produtivo esse primeiro encontro, afirmando que, a aceitação dos colaboradores que participaram superou suas expectativas. 






10/08/2017 - 10h03m - Atualizado em 10/08/2017 - 17h26m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
A equipe de colaboradores da Casa de Apoio da Fundação Cristiano Varella preparou uma programação especial, realizada nessa quarta-feira (9), a partir das 14h30, na própria Casa de Apoio, com música sertaneja de raiz e comes e bebes. A finalidade da festa foi para prestar uma homenagem aos hóspedes (pacientes e acompanhantes), pelo "Dia dos Pais". A data é celebrada no calendário todo o segundo domingo de agosto.

De forma voluntária, Sr. Raimundo Cupertino com a dupla sertaneja de raiz, Renato Violeiro e Lucas, todos de Viçosa, se apresentaram com declamação de poema e músicas de qualidade para os presentes. Durante o show, o público pode se deliciar com cachorro-quente, refrigerantes e sucos, frutas e bolo, servidos a todos na ocasião.  

Um kit de produtos de higiene pessoal e uma touca foi entregue para cada paciente-pai que estava hospedado na Casa de Apoio. A iniciativa foi uma doação das Voluntárias. 

A realização dessa festividade só foi possível devido ao apoio da Panificadora Roma Alimentos de Muriaé, do Sr. Raimundo Cupertino e a dupla sertaneja, Renato Violeiro e Lucas, das Voluntárias, entre outros. 
 
A Casa de Apoio da Fundação Cristiano Varella agradece a todos que apoiaram o evento, sem a parceria de vocês essa comemoração não teria se concretizado.






09/08/2017 - 16h29m - Atualizado em 09/08/2017 - 16h33m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Os pacientes da Fundação Cristiano Varella receberam na manhã dessa quarta-feira(9) uma alegre e encantadora visita. Os palhaços Risco e Rabisco, personagens interpretados por Ralph e Vinícius, na companhia de Pâmela Nogueira e familiares. Eles vieram de Campos dos Goytacazes/RJ para trazerem um pouco de diversão, além de brinquedos para as crianças, toucas e meias para aquecer os adultos, entre outros donativos. 

Através da campanha "Doe Brinquedos – Arranque Sorrisos", Pâmela conseguiu angariar uma grande quantidade de brinquedos de todos os tipos, além de alimentos e roupas, que foram repassados à Fundação Cristiano Varella e entregue aos pacientes da Unidade de Internação de Quimioterapia e Clínica, na ocasião. 

O grupo realmente conseguiu honrar o nome da campanha idealizada por Pâmela e arrancar sorrisos dos pacientes e dos pequeninos guerreiros internados no hospital durante a visita nos quartos e brinquedoteca. Truques de mágica, em meio a brincadeiras e demonstração de amor e afeto transformaram por alguns instantes a massante rotina de tratamento em momentos de descontração. 

Segundo Pâmela, que mantém uma parceria com os palhaços Risco e Rabisco, a "corrente do bem" foi disseminada através de grupos de whatshapp e de porta em porta. E tamanha foi sua surpresa ao ver o retorno das pessoas. Para arrecadar os produtos doados, Pâmela contou com a ajuda de amigos, familiares e vizinhos. 

A Fundação Cristiano Varella agradece de coração a iniciativa e a todos que contribuíram! Deus abençoe a vida de vocês! 






Duas datas de destaque para a saúde são lembradas nessa semana

04/08 – "Dia da Campanha Educativa de Combate ao Câncer" e 05/08 –"Dia Nacional da Saúde"

04/08/2017 - 15h04m - Atualizado em 04/08/2017 - 16h13m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Duas datas importantes são lembradas nessa semana, o "Dia da Campanha Educativa de Combate ao Câncer", nessa sexta-feira - 4 de agosto e o "Dia Nacional da Saúde", no sábado - 5 de agosto. Elas foram instituídas com a proposta de chamar a atenção de todos para o cuidado constante com a saúde, por meio de medidas que podem prevenir não só o câncer, como também outras doenças.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), todos os anos, no mundo, mais de 12 milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer. A doença é uma das principais causas de morte, junto ao AVC (Acidente Vascular Cerebral), às infecções respiratórias, às doenças pulmonares e às doenças cardíacas isquêmicas. Para a transformação desse cenário, adotar algumas medidas preventivas no estilo de vida fazem toda a diferença.

Existem fatores de risco no aparecimento de alguns tipos de câncer que podem ser reduzidos caso as pessoas passem a ter atitudes saudáveis em seu dia a dia, tais como: não fumar, limitar o tempo de exposição ao sol, ser fisicamente ativo, manter uma alimentação saudável, entre outras iniciativas.

Segundo dados do Inca, atualmente, 8,2 milhões de pessoas morrem por ano de câncer no mundo. A estimativa do Instituto Nacional de Câncer é que mais de 596 mil casos da doença fossem registrados no Brasil, no ano passado. O câncer com maior incidência em ambos os sexos é o de pele não-melanoma, no caso dos homens o tipo da doença registrada em maior quantidade é o câncer de próstata e entre as mulheres é o de mama. 

Atualmente, muitos pacientes oncológicos são tratados com sucesso, especialmente nos casos onde acontece o diagnóstico precoce, quando as chances de cura são de 90%, de acordo com o Ministério da Saúde.






03/08/2017 - 10h47m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Acontece a partir da próxima quarta-feira (9), o I Congresso Brasileiro On-Line de Fisioterapia em Oncologia. A iniciativa terá como tema "Reabilitar para a Vida" e é idealizada por Dra. Flávia Vital, coordenadora da Fisioterapia do Hospital do Câncer de Muriaé em parceria com a Fundação Cristiano Varella. 

O congresso virtual é totalmente gratuito e terá uma grande variedade de assuntos abordados por meio de mais de 25 palestras, que poderão ser programadas, a gosto do inscrito para serem assistidas pela internet, pelo site fisioterapiaemoncologia.net

A programação da conferência on-line se estenderá até o próximo dia 15. Profissionais de destaque no cenário nacional das maiores instituições para tratamento de pacientes oncológicos do Brasil, como INCA - RJ, AC Camargo – SP, HC de Barretos - SP, HCM - Fundação Cristiano Varella- MG entre outros, serão os palestrantes do simpósio. 

O espaço é uma excelente oportunidade para disseminação do conhecimento científico e prático tanto para quem já atua na área se atualizar, como para quem ainda não conhece este campo de atuação, ter como visualizar o grande potencial desta especialidade. 

As inscrições ainda permanecem abertas. Os interessados em participar devem acessar o site fisioterapiaemoncologia.net para garantir sua vaga, no site também poderá conferir a programação completa, temas das palestras, nomes dos palestrantes e demais detalhes. 





03/08/2017 - 10h03m - Atualizado em 03/08/2017 - 10h15m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
O câncer de mama, depois do de pele não-melanoma, é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, tanto no mundo, quanto no Brasil. Também é a primeira causa de morte por câncer da população feminina brasileira, com 13,03 óbitos a cada 100 mil mulheres, segundo dados do Inca – (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva).

Ele corresponde a cerca de 28% dos casos novos da doença a cada ano. Sendo, relativamente raro em mulheres antes dos 35 anos, porém, sua incidência aumenta progressivamente, especialmente após os 50 anos de idade, conforme o Inca. Por isso é muito importante ficar bem informado(a) sobre o assunto para que possa se prevenir antes que o pior aconteça. Pensando nisso, resolvemos ir em busca de informações que poderão ser úteis para que você venha se prevenir contra a doença. 

Sintomas do câncer de mama

De acordo com Dr. Luiz Carlos Navarro Oliveira, mastologista do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella, a principal manifestação do câncer de mama é o aparecimento de um caroço (nódulo) fixo e quase sempre indolor (sem dor) na mama. Quando a mulher tem a doença, a pele da mama fica avermelhada, retraída ou parecida com a casca de laranja. O bico (mamilo) do peito apresenta alterações. Surgem pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço e também começam a sair líquidos anormais das mamas. 

Segundo com dados levantados junto aos setores da Fundação Cristiano Varella, em 2016, foram atendidos 464 pacientes no Hospital do Câncer de Muriaé com câncer de mama. 

Caso a pessoa suspeite que tem um tumor de mama deve procurar de imediato o médico da unidade de saúde mais próxima de sua casa. "Para descobrir se está com câncer de mama, o auto exame das mamas, a mamografia e ultrassonografia das mamas são os exames mais importantes", ressaltou Dr. Luiz Carlos ao ser questionado como é possível identificar a doença. 

Prevenção

Já para a prevenção do câncer de mama, Dr. Luiz Carlos indicou que a mamografia é o exame mais indicado e que deve ser realizado anualmente após os 40 anos de idade. 

Segundo Dr. Luiz Carlos, quando a mulher é diagnosticada com câncer de mama o tratamento que ela será submetida vai depender do tamanho do tumor encontrado. "A cirurgia pode ser conservadora – preservando a mama, ou radical – também chamada de mastectomia total. Normalmente é realizada uma complementação com quimioterapia e radioterapia", explicou o mastologista. 

E a parte boa de tudo isso é que "o câncer de mama tem cura, principalmente em tumores pequenos", conforme ressaltou o especialista. 

Mamografia, exame mais indicado para a prevenção 

O Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella possui dois aparelhos mamógrafos, que realizam a mamografia. O exame pode ser feito na instituição, particular ou pelo SUS-Sistema Único de Saúde. 

Para marcação da mamografia particular a pessoa deve apresentar documentos pessoais e o pedido de seu médico. Encaminhando-se à Recepção de Diagnóstico por Imagem no Bloco I da instituição. Caso seja feito particular, o exame terá o custo de R$90,00 para a paciente. A mamografia é feita todos os dias, de segunda a sexta-feira, tanto pela manhã, quanto no período da tarde. 

Para marcação da mamografia pelo SUS, a paciente deverá também se dirigir à Recepção de Diagnóstico por Imagem no Bloco I da Fundação Cristiano Varella, portando seus documentos pessoais e uma requisição de mamografia que a pessoa consegue na unidade de saúde mais próxima de sua casa (UBS ou Secretaria de Saúde). Pelo SUS o exame não terá custo para a paciente. Para mais informações e esclarecimentos de dúvidas sobre marcação de mamografia, o telefone da Recepção do Diagnóstico por Imagem da Fundação Cristiano Varella é (32)3729-7081.

A Fundação Cristiano Varella também disponibiliza para diversos municípios da região, em campanhas de prevenção, carreta com mamógrafo, que permite com que a prevenção seja levada para centenas de pessoas, inclusive para aquelas que ainda não tiveram a oportunidade de fazer a mamografia. A prevenção sempre é o melhor remédio.





01/08/2017 - 10h50m - Atualizado em 01/08/2017 - 17h17m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Na tarde dessa segunda-feira(31) foi realizada na Fundação Cristiano Varella mais uma edição do projeto Despertando Sorrisos. Dessa vez, a iniciativa foi promovida em meio a um ambiente especialmente caracterizado para o "Arraiá do Despertando Sorrisos". 

Decoração apropriada, comidas e músicas típicas, além de trajes a caráter, fizeram parte da iniciativa. Os pacientes e acompanhantes que compunham a plateia cantaram, dançaram e se divertiram, correspondendo aos organizadores da ação com um retorno mais do que positivo. 

Para iniciar a programação a equipe da Fisioterapia realizou atividades físicas com os pacientes, com bolas, bastões e ao som de música. Os colaboradores que estavam conduzindo os exercícios fisioterapêuticos conseguiram fazer com que os pacientes cantassem, sorrissem, batessem palmas ao ritmo da música e até tiveram alguns, que se levantaram e foram para o meio da roda dançar. 

Em seguida, foi apresentada uma bonita dança de Quadrilha, formada pelos colaboradores da Unidade de Internação Clínica (UCL), da Central de Material Esterilizados (CME), da Triagem e da Fisioterapia. Para encerrar foi servido ao público presente um lanche com comidas típicas de festas juninas.