www.fcv.org.br

Artigos

Imprensa

14/12/2017 - 11h37m - Atualizado em 14/12/2017 - 11h39m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
No dia 08 de dezembro de 2017, um dos cirurgiões oncológicos do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella, Dr. Enio Moreira Bernardo, recebeu o amigo e também cirurgião de Governador Valadares, Dr. Carlos Eduardo de Miranda Pimentel, graduado em medicina pela faculdade da UFMG e Ginecologista e obstetra com especialização em videolaparoscopia e videohisteroscopia para a realização de algumas cirurgias em parceria com a empresa SANTALMAS, que atua em Minas Gerais oferecendo soluções em saúde visando melhorar a qualidade de vida das pessoas através de equipamentos de alta tecnologia, garantindo satisfação plena da comunidade médica e o bem estar dos pacientes.

Dr. Carlos foi convidado para colaborar com seu conhecimento e profissionalismo em algumas cirurgias de Histeroscopia, que é um procedimento ginecológico com baixos índices de complicações feito para investigar a presença de elementos estranhos no útero, e até mesmo para a retirada desses elementos de forma minimamente invasiva. 

Em nosso hospital, as cirurgias foram realizadas através da inserção de um aparelho chamado Histeroscópio com Ressectoscópio Bipolar. Este aparelho é inovador e eficaz. Além disso, pode reduzir custos usando uma única intervenção para diagnosticar e tratar a patologia uterina. Este sistema é indicado para o tratamento de miomas, pólipos, aderências intrauterinas e septos uterinos, usando a avançada tecnologia que opera em solução salina normal.

A ideia do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella é expandir a área de ginecologia endoscópica e agradecemos ao Dr. Carlos Eduardo, que disponibilizou do seu tempo para contribuir com nossa demanda. 







14/12/2017 - 09h26m - Atualizado em 14/12/2017 - 09h28m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
"Deixemos as crianças viverem o Natal através de seus lindos olhos e que possamos ver refletidos neles a criança que um dia fomos e trazê-la de volta nem que seja por um momento para vivermos o verdadeiro espírito natalino".

Nessa quarta-feira, dia 13, esse espírito se fortaleceu em todos que participaram da festa de Natal para as crianças do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella que, graças ao apoio de diversos voluntários, aconteceu em nosso Memorial.

Queremos agradecer a todos que contribuíram com este gesto tão nobre e solidário, a Andréia Batista e o grupo Mulheres de Aço e de Flores da cidade de Eugenópolis, a Mikaely Graciolli de Cataguases, ao Papai Noel (Oswaldo) do grupo Trupe da Alegria, ao Anima Soneca Sapeca de Muriaé, a todos os parceiros que durante o ano doaram os presentes para as crianças e ao Grupo de Trabalho e Humanização da Fundação Cristiano Varella.

A todos vocês, nosso muito obrigado! Sem vocês não conseguiríamos trazer tanta alegria e diversão para nossos guerreiros!







12/12/2017 - 13h51m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
A Fundação Cristiano Varella, pelo 4º ano consecutivo, realizou a Campanha de Combate ao Câncer de Pele, na Praça João Pinheiro, em Muriaé. O evento foi realizado no dia 09 de dezembro com a participação das dermatologistas da Fundação, Clarissa Abreu e Lívia Bastos, além de dermatologistas convidados como Karina Fraga, Cristiane Dornelas e Marcelino Neto.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. Atenta a esse alto índice, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), desenvolve o movimento ‘Dezembro Laranja’, com a promoção de uma série de iniciativas de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção em suas diferentes formas para a redução dos riscos. 

Sob o slogan "Se exponha, mas não se queime", a campanha conscientizou e educou as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção, lembrando que filtro solar não é o único cuidado contra a radiação ultravioleta. A mensagem visa atingir, sobretudo, quem trabalha sob o sol ou ao ar livre, bem como as pessoas em seu cotidiano profissional e em momentos de lazer.

Uma equipe da Fundação Cristiano Varella, realizou um trabalho intenso durante o dia e juntamente com a equipe da Campanha de Prevenção e Ambulatório de Triagem, atenderam gratuitamente cerca de 139 pessoas, mas a movimentação foi grande e estima-se que mais de 1.000 pessoas passaram pelo local. Todos que compareceram receberam um kit com protetor solar e um panfleto informativo com as principais dicas de cuidado.






12/12/2017 - 13h15m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
No dia 28 de novembro de 2017, aconteceu na sede da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal em Juiz de Fora, o evento de assinatura de convênio para repasse de recursos para reforma do Ambulatório de Quimioterapia, Diagnóstico por Imagem e Medicina Nuclear do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella.  

Os recursos da ordem de R$3.999.632,00 são oriundos de indicação de emenda parlamentar no Orçamento Geral da União 2017 pelo Deputado Misael Varella.  No evento de assinatura dos convênios, além da Fundação Cristiano Varella, estavam presentes prefeitos de vários municípios da região, que foram apresentados ao novo Superintendente Regional Sudeste de Minas da Caixa Econômica Federal, o Sr. Arnaldo Barcelos Neto.  A Fundação Cristiano Varella foi representada pelo seu diretor presidente, Eduardo Goulart Gomes, que assinou o contrato e se apresentou ao novo superintendente regional.

Sobre o convênio, agora está na etapa de apresentação e análise dos projetos de engenharia para aprovação de execução. Essas reformas, abrangem mais de 2.200 metros quadrados de área no pavimento térreo do Bloco I da Fundação Cristiano Varella. 

Esperamos, já no início de 2018, iniciar a execução dessas importantes obras que possibilitarão além de melhor fluxo, ampliação da capacidade do nosso Ambulatório de Quimioterapia, e da mesma forma, proporcionar melhorias e adequações no setor de Diagnóstico por Imagem e Medicina Nuclear, neste último já preparando a estrutura do serviço para receber em breve o equipamento de PET CT. 






12/12/2017 - 09h36m - Atualizado em 12/12/2017 - 13h58m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
O Diretor Administrativo do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella, Sérgio Henriques, participou, no dia 11 de dezembro, juntamente com o Sr. Lael Varella e o Assessor Rodrigo Costa, na ocasião representando o Deputado Federal, Misael Varella, do lançamento do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Cataguases (CODEC), na Zona da Mata.

O CODEC, é um conselho deliberativo, normativo e consultivo, para formular, supervisionar e propor a execução das políticas de desenvolvimento humano, econômico e sustentável  e tem como função auxiliar a gestão do município na criação de planejamentos estratégicos a curto, médio e longo prazo.

Para identificar as necessidades de Cataguases e os gargalos que impedem a cidade de crecer, de forma sustentável, um grupo de empresas, dentre elas a Energisa, uma grande parceira da Fundação Cristiano Varella, se reuniu para financiar um diagnóstico que retratasse a situação atual de Cataguases. 

O presidente eleito do CODEC, Humberto Lanzieri, enfatizou o entusiasmo pela criação do Conselho. Segundo ele, a partir de agora, a cidade conta com um fórum para a elaboração de propostas efetivas e concretas para Cataguases. Já o presidente do Conselho de Administração da Energisa, Ivan Müller Botelho, pontuou que "planejar o futuro em parceria com a sociedade é um dos trunfos para o município e torna relevante a responsabilidade de atuação do Codec". Além disso, Willian Lobo, prefeito de Cataguases, ressaltou que a cidade "só tem a ganhar com a instalação do Conselho".

O senador por Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), pontuou o importante passo dado por Cataguases para o fomento do Conselho de Desenvolvimento. Além disso, ele enfatizou a união entre agentes públicos e privados visando o bem-comum para o município. "Sem a participação da sociedade civil, não há possibilidade de desenvolvimento integrado, por mais pujante que o Estado seja," concluiu.

Fonte: fiemg.com.br






11/12/2017 - 15h11m - Atualizado em 11/12/2017 - 15h13m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
No dia 06 de dezembro de 2017, os hóspedes da Casa de Apoio da Fundação Cristiano Varella tiveram uma confraternização especial e animada.
A festa começou às 18h com muita música e alegria. Os músicos da vez eram da cidade de Simonésia-MG, onde o fundador, é um paciente de nossa instituição. Desde já, queremos agradecer ao grupo que tocou e encantou a todos os presentes gratuitamente.

Além de muita música, os hóspedes aproveitaram de um jantar delicioso preparado pelas cozinheiras da casa com muito amor e carinho. As voluntárias, que sempre fazem parte das festas e contribuem com seus dons, confeccionaram uma lembrança especial!

Na ocasião, os hóspedes receberam a visita do idealizador da Fundação, Sr. Lael Varella e do Diretor Administrativo, Sérgio Henriques.

Agradecemos a todos que doaram seu tempo, energia e principalmente amor, para que a confraternização dos nossos hóspedes fosse um sucesso!






29/11/2017 - 10h23m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
No dia 24 de novembro, aconteceu no auditório do Memorial da Fundação Cristiano Varella, o 1º Simpósio de Câncer de Pulmão. O evento contou com a participação de palestrantes externos como Nilson Figueiredo Amaral, médico cirurgião torácico do Hospital Júlia Kubitschek e Hospital das Clínicas – UFMG, Enaldo Melo de Lima, médico oncologista e coordenador médico do Hospital Integrado do Câncer da rede Mater Dei em Belo Horizonte-MG e Carlos Alberto Silva Ramos, médico patologista em Mariana-MG. Na ocasião, o médico cirurgião torácico, Bruno Bonani de Almeida Brito e a oncologista clínica, Carla Simone Moreira de Freitas, ambos do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella, também ministraram palestras. O Simpósio aconteceu durante a noite e teve como público alvo médicos, farmacêuticos e acadêmicos.






27/11/2017 - 15h31m - Atualizado em 27/11/2017 - 15h36m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Nas últimas décadas, a importância do câncer no cenário mundial de saúde atingiu proporções gigantescas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) prevê que no ano de 2030, o mundo irá receber 27 milhões de novos casos de câncer, 17 milhões de mortes pela doença e 75 milhões de pessoas vivas, com a doença. Somente para 2012, a União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) espera cerca 12,7 milhões de casos novos de câncer.

A questão do câncer ultrapassa a barreira das etnias, idades, nacionalidade e sexo, por isso, todos os aspectos ligado as informações da doença são importantes. É necessário desmistificar concepções criadas em torno da doença, disseminar as formas de prevenção e diagnóstico precoce e combater informações equivocadas que prejudicam a saúde da população ou atrapalham a recuperação de alguém já em tratamento.

Mesmo com a existência de um dia mundial de combate ao câncer, foi necessário a criação de um dia nacional. O câncer, assim como outras doenças não-transmissíveis, possui diferentes características em cada país, principalmente, quando há uma comparação entre os países economicamente mais desenvolvidos e os menos desenvolvidos. Os casos de câncer de pulmão, próstata, mama e cólon, por exemplo, possuem uma incidência muito maior em países mais desenvolvidos, enquanto câncer de estômago, fígado e cavidade oral, são os tipos que ocorrem em países menos desenvolvidos.  Além da doença em si, os aspectos sociais ligados ao câncer (condições de tratamento, a qualidade da rede pública de saúde, leis que asseguram o portador da doença e o impacto do afastamento para a renda) também são bem diferentes.

Para que este dia seja lembrado, esteja sempre atento com os sinais do seu corpo, divulgue informações seguras e, acima de tudo, sempre procure um médico. Seja mais um parceiro nesta luta no dia Nacional do Combate ao Câncer.

Confira abaixo 10 dicas essenciais para a prevenção de câncer, realizada pelo INCA:

01 - Evite fumar! Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer.  Ao fumar, são liberadas no ambiente cerca de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Parar de fumar e de poluir o ambiente fechado é fundamental para a prevenção do câncer.

02 -Uma alimentação saudável pode reduzir muito o risco de câncer. Coma mais frutas, legumes, verduras, grãos e cereais integrais, leite e derivados desnatados, queijo branco e menos alimentos gordurosos, salgados e enlatados. Suadieta deve conter, diariamente, pelo menos cinco porções de frutas, verduras e legumes. Evite frituras, salgadinhos, carne de porco, carne vermelha com gordura aparente, pele de frango, embutidos, como lingüiça, salsicha e salame, e gordura hidrogenada. Apesar do azeite ser um tipo de gordura mais saudável, não deve ser exposto a altas temperaturas. Prefira alimentos cozidos e assados.

03 - Faça 30 minutos diários de atividade física, leve ou moderada. A atividade física protetora consiste na iniciativa do movimento, adaptada à rotina de cada um, como, por exemplo, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar do jardim, varrer a casa, caminhar e dançar, entre outras.

04 - É aconselhável que homens, entre 50 e 70 anos, orientem-se sobre a necessidade de investigação do câncer de próstata em consultas médicas, principalmente se tiverem histórico familiar de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos.

05 - É recomendável que mulheres e homens, com 50 anos ou mais, realizem exame de sangue oculto nas fezes a cada ano (preferencialmente) ou a cada dois anos.

06 - As mulheres, com 40 anos ou mais, devem realizar o exame clínico das mamas anualmente. Aquelas que estiverem na faixa etária de 50 a 69 anos devem realizar ainda a mamografia a cada dois anos. Esses exames devem ser realizados mesmo que mulher não perceba nenhum sintoma. Se uma pessoa da família - principalmente a mãe, irmã ou filha - teve esta doença antes dos 50 anos de idade, a mulher tem mais chances de ter um câncer de mama. Quem já teve câncer em uma das mamas ou câncer de ovário, em qualquer idade, também deve ficar atenta. Nestes casos, a partir dos 35 anos o exame clínico das mamas e a mamografia devem ser feitos uma vez por ano.

07 - Evite ou limite a ingestão de bebidas alcóolicas. Os homens não devem tomar mais do que duas doses por dia, enquanto as mulheres devem limitar este consumo a uma dose, correspondente a um copo de cerveja ou a uma taça de vinho.

08 - Evite exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar. Se for inevitável a exposição ao sol durante a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.

09 - As mulheres com idade entre 25 e 59 anos devem realizar exame preventivo ginecológico. Após dois exames normais seguidos, deverá realizar um exame a cada três anos. Para os exames alterados, deve-se seguir as orientações médicas.

10 - Realize diariamente a higiene oral (escovação dos dentes e da língua) e consulte o dentista regularmente. 

Fonte: Instituto Nacional de Câncer (INCA)